O DILEMA DA ADAPTAÇÃO ESCOLAR

Oi meninas,

É incrível como, mesmo sendo professora, a mãe sofre na adaptação escolar/creche!! Ontem a laura começou a adaptação e eu chorei ao dormir pensando nisso na noite anterior a adaptação (e olha que ela é a segundinha) e já pensei em escrever sobre. A adaptação é um momento delicado para todas as partes envolvidas (bebê/criança, tias da escola e pais, leia-se mãe). As emoções estão à flor da pele, as dúvidas, os anseios e as expectativas são muitas. Mas lembre-se que é um momento de descoberta, de crescimento, de criação de novos vínculos e de novos amigos e além disso deve ser um momento de alegria. Então coragem mãezinhas, pois eles se adaptam muito mais rápido e muito mais fácil se comparado a nós. E agora se liguem nas dicas abaixo!

1. Tenha segurança na sua escolha.   Tenha segurança na instituição em que você deixará o seu filho, se a mãe estiver tranquila, com certeza o filho estará.  Se for possível, visite varias escolas antes de matricular seu filho. Conheça o método, a estrutura e converse com a coordenadora, com professora até com o porteiro se você assim o desejar. Fale também com outros pais de alunos (isso é essencial, pois depoimentos são sempre bom, mas não o principal). Siga seu coração pois confiando na instituição escolhida, o processo de adaptação será mais fácil e tranquilo.

2. Converse sempre e tudo com seu filho. Muitos pais acham bobagem conversar e explicar as coisas para os bebês, principalmente, mas eu recomendo dias antes de iniciar a adaptação falar sobre a nova rotina e sobre o novo ambiente. Se possível leve-o para conhecer a escola antes, mostre o uniforme e diga como será legal ter novos amiguinhos e uma professora tão especial! Ao chegar o tão sonhado dia de primeira aula, não se esqueça de demonstrar confiança na hora de deixar, dizendo que mais tarde irá buscá-la e ao buscar não se esqueça de demonstrar tranquilidade e alegria!! Lembre-se escola é um lugar bom e feliz!!

3. Tenha muita paciência. Nem sempre a adaptação é fácil pois cada caso é um caso, então paciência, paciência e paciência. Elas irão chorar? Sim! Mas lembre-se que elas também choram aos lado da mãe e do pai e que isso faz parte do desenvolvimento. Respire fundo e tente ajuda-lo nessa nova realidade. Sua estrutura psicológica será a maior aliada nesse processo. Não fuja! Não saia de fininho! Diga sempre tchau e que irá buscá-lo mais tarde! Não chore na frente da criança, tenha confiança pois os filhos crescem e essa fase irá passar tão rápido quanto todas as outras.

4. Escute o que seu filho quer dizer. As vezes os pequenos não expressam as coisas por palavras, mas por gestos, expressões, suspiros! Entenda o que o seu filho quer dizer! Seja sensível aos sentimentos dele! Faça o que é melhor para ele, mas sempre o encoraje para o “novo”. Se você conseguir uma folguinha para acompanhar de perto o processo, perfeito! Mas se não, não se culpe e bola pra frente. Se você achar que a adaptação está demorando muito e que o seu filho não está bem, só digo uma coisa, ESCUTE seu coração e o seu filho, MUDE de escolha, nós podemos errar também (isso é normal). Deixe a criança tranquila nesse processo, se necessário leve para a escola algum objeto no qual seja apegada (chupeta, brinquedo, lençol, travesseiro, paninho, etc).

5. Mantenha o equilíbrio entre a firmeza e o carinho. As primeiras semanas de adaptação deixarão a criança mais sensível, então prepare-se, pois essas mudanças trazem inseguranças, medos, irritação e isso pode alterar o comportamento do seu filho e as vezes aumentar o choro. Mas lembre-se que quando o choro aparecer, reforce que a escola é importante, que você sabe que ele está sofrendo, mas acredita que ele vai conseguir superar e amar tudo que ele irá fazer e aprender na escola. É difícil para a criança e para você, mas é necessário firmeza nesse caso, mas não esqueça de sempre oferecer seu colo e o seu carinho.

6. Adapte a nova rotina. A rotina dá a criança uma importante sensação de segurança, por isso qualquer mudança que impacte o seu pequeno deve ser evitada durante o período de adaptação dele na escola. Adie o que for possível adiar, para que as outras novidades não atrapalhem essa adaptação, e que ela possa ser a principal mudança na vida dele nesse momento e que ele possa vê-la como parte da nova rotina.

7. Faça parte da turma. Você também precisará passar pela adaptação, terá que se integrar aos novos amiguinhos, aos novos professores e aos novos pais amigos. Então é super importante estabelecer esse vínculo logo no início. Crie um grupo dos pais, participe das atividades propostas pela escola, procure ir aos eventos sociais, organize passeios, como uma ida ao teatro, ao cinema, ao clube, ao parque e coisas do tipo. Lembre-se de que estabelecer esse contato é uma forma de incentivá-lo ainda mais a se abrir para novas amizades e novos horizontes.

kindergarten-90505_1280

 

Dicas rápidas:

  1. Não exagere nos elogios à nova escola.
  2. Nunca minta para seu filho.
  3. Não saia da escola sem se despedir dele. Dê um beijo, diga que a professora irá cuidar dele e que logo você retornará para buscá-lo.
  4. Estimule a independência da criança. Quanto mais autonomia a criança tiver, melhor.
  5. Os pais precisam estar seguros do que estão fazendo pois isso facilita na adaptação da escola. Lembre-se pais seguros, crianças felizes!
  6. Mantenha um relacionamento próximo com a escola e com os profissionais que estão com seu filho.
  7. Fique atento ao choro do seu filho.
  8. Depois da aula ao chegar em casa, estimule que a criança a contar como foi seu dia (mesmo as pequenas, que ainda não saibam falar de forma clara). Demonstre animação e alegria por esta nova fase.
  9. Faça amizade com as outras mães. Marque encontros fora da escola para que fortaleça a amizade entre as crianças e auxilie na adaptação escolar.

E CORAGEM pois todas as mudanças são rápidas e cada fase linda passa mais rápido ainda!

 

Se gostou, dê um like e compartilhe essa ideia…e se você tem alguma dica para essa fase, por favor comente e vamos conversar

Tags :
Voltar ao artigo anterior
Ir ao próximo artigo

Sobre Vanessa Almeida Moyses

Oi meninas, sou a Vanessa, Mãe de duas princesas, Bianca com 3 anos e Laura com 5 meses, alem disso sou dona de casa, professora escolar e blogueira. Tenho diversos hobbys, o que mais me realiza é ser mãe em tempo integral e descobrir como realizar as tarefas de maneira mais fácil e didático possível em benefício das minhas meninas.

Deixe uma Resposta

Prometemos não incomodar.
Os campos com * são obrigatórios.

*

Voltar ao Topo