ENGASGO, O QUE FAZER?

Oi meninas,

Resolvi escrever um post baseado num depoimento emocionante e real que recebi de uma leitora do blog, ela se chama Rhany Holanda e é moradora daqui de Brasilia. Segue abaixo o seu depoimento e depois algumas dicas sobre o assunto “Meu filho engasgou, o que eu faço?”

Rhany“Oi, me chamo Rhany Holanda, tenho dois filhos, a Ana Júlia de 07 anos e o Yago de 5 meses, com menos de um mês o Yago nos deu baita de um susto e contar essa história mexe muito comigo, porque vemos todos os dias na TV, mas parece que nunca acontecerá com a gente. Mas aconteceu, deitei com Yago, ficamos conversando um pouco e ele quis mamar. Dei o mamar e após isso o coloquei pra arrotar, voltamos a papear e acabamos cochilando. Não sei quanto tempo cochilamos sei que acordei assustada com o Yago golfando no meu braço, levantei, olhei, e vi que ele estava bem, o limpei, limpei a cama e quando realmente vi notei que foi mais que uma simples golfadinha, assustei e fui ao banheiro com ele pra limpar toda a cabeça e o rostinho dele que tinha sujado. Quando estávamos no banheiro ele começou a fazer um barulho forte puxando o ar e parecia não vir, conversava, assombrava e ele puxando o ar e nada. Já sai do banheiros aos prantos chamando meu marido, que veio assustado e mais calmo conseguiu fazer o procedimento que os bombeiros ensinam, mas não estava adiantando e ele continuava do mesmo jeito, dai tentamos, tentamos e ele pareceu estar melhor. Mas não estava, o que ficou na gargantinha dele não saia, eu me desesperei e meu esposo nessa hora já não sabia mais como ajudar nosso bebê, acordamos nossa filha e fomos para o hospital. Pronto, eu já estou com os olhos cheios de lágrimas… O caminho do Guará para o Santa Luzia parecia uma eternidade, meu marido a 130km/h e eu só vi que estávamos passando pelo zoológico,quando o meu bebê me olhou nos olhos, todo roxo e com as lágrimas escorrendo, ele morreu, sim tenho certeza que por 5 segundos ele esteve com Deus, eu gritava dentro do carro, meu Deus não permita eu passar por isso, por favor senhor não me tira meu filho agora! E eu já tinha puxado com a boca o ar no nariz dele e nada acontecia então resolvi assoprar a boca e de repente ele voltou, voltou puxou um suspiro e caiu de novo. Meu Deus, e parecia que ainda estávamos em frente ao zoológico, parecia que o carro tinha parado, eu só ouvia os gritos do meu esposo dizendo para eu ficar calma que ele não tinha morrido e minha filha do meu lado, chorando caladinha e dizendo para Deus, por favor não leva meu irmãozinho! Eu a abracei rápido e disse que aquilo já estava acabando e que Papai do Céu não nos deixaria sem nosso Yago, e enfim chegamos ao hospital, onde não tinha ninguém, ninguém mesmo, nada na recepção, nem da segurança. E como eu já sabia o caminho da pediatria entrei correndo na sala e meu esposo gritou salva meu filho e eu não me esqueço da imagem da médica ali sentada parecendo um anjo a esperar por nós. Eu joguei sim joguei o Yago na maca e pedi para ela aos prantos, salva meu bebê, ele tá engasgado, já fizemos tudo! Ela nem tocou nele e ele simplesmente tossiu e voltou a respirar. Meu bebê estava bem, o que estava na garganta dele (aquela baba mais viscosa, tipo quando se toma yakult) saiu com a jogada que dei nele na maca, todo roxinho, com a carinha inchada, ele chorou, o que me deixou aliviada. Aí quem caiu fui eu, eu não tinha chão, meu corpo tremia, e eu só sabia agradecer a Deus e chorar, como eu chorei. Agradeci a Deus pela oportunidade que ele me deu de poder ter meu bebê vivo em meu braços depois de tudo isso. Eu choro sempre que conto essa história, saímos do hospital as 3 da manhã depois de muitos exames e observação. E ele está ótimo! Só que o trauma fica, é difícil, não é tão fácil quanto parece. Quando vemos um bombeiro ou um PM na TV salvando um bebê engasgado, parece fácil mas não é e no nervosismo do momento, nem lembramos que tinha um corpo de bombeiros tão perto de casa. Mas graças a Deus foi só um susto e que baita susto!

Rhany Holanda, Empresária do ramo de festas infantis

Dicas para evitar o engasgo do bebê

  1. Amamente ou alimente seu bebê em local tranquilo;
  2. Respeite o desenvolvimento do recém nascido, eles aprendem devagar a coordenar a respiração com a deglutição. Então pare de vez em quando, deixe-o mamar por mais tempo. Tenha paciência, pois tudo é novo;
  3. A mãe deve estar sentada e relaxada ao amamentar o seu bebê;
  4. Coloque-o para arrotar na posição vertical por 15 a 20 minutos após ele amamentar;
  5. Evite oferecer leite ou alimento com o bebê na posição horizontal;
  6. Ao terminar o tempo do arroto, só o deite após alguns minutos (Isso para quem utiliza a rotina da Tracy não tem muito a ver pois o bebê fica um bom tempo acordado, mas lembre-se não deite o bebê logo após de mamar – a não ser se for as mamadas noturnas onde ele está totalmente relaxado);
  7. Se o seu bebê tiver refluxo, prolongue o tempo na vertical e o tempo para deitá-lo. Respeite o tempo indicado pelo médico na realização da medicação e mamada após a medicação (Gente isso é sério!!!);
  8. Deixe o bebê dormir sempre de barriga pra cima (pode não parecer mas essa posição é a mais indicada para evitar o afogamento dos bebês);
  9. Evite deixar o bebê segurar sozinho a mamadeira;
  10. Com o inicio da introdução alimentar, respeite o desenvolvimento natural do bebê, ofereça papinhas bem amassadas e aos poucos os pedaços (dos bem pequenos aos maiores). Mas é claro que isso variar de bebê para bebê;
  11. Nunca deixe a criança se alimentando sozinha, fique sempre de olho;
  12. Não tente retirar o corpo estranho da garganta com os dedos, isso pode piorar o engasgo do seu bebê;
  13. Em caso de engasgo mantenha a calma e realize os procedimentos de socorro enquanto alguém, se tiver, liga para o socorro;
  14. Se com todos os cuidados acima ainda assim seu filho continuar engasgado ou tiver dificuldade em respirar ou alguma coisa estiver fora do normal, corra para o hospital ou atendimento mais próximo a você;

 

Segue foto que descreve bem o que deve ser feito em caso de engasgo.

Bebe engasgado

Vídeo dos primeiros socorros: o que fazer quando o bebê engasgar do canal do You Tube Valtair Moraes.

Vídeo aprendendo a limpar o nariz do bebê que acabou de engasgar do canal do You Tube Walmir Mota Shao.

Fonte da foto em destaque: Jornal A cidade

Se gostou, dê um like e compartilhe essa ideia…e se você tem algum assunto de interesse, fato ou informe, por favor comente e vamos conversar.

Tags :
Voltar ao artigo anterior
Ir ao próximo artigo

Sobre Vanessa Almeida Moyses

Oi meninas, sou a Vanessa, Mãe de duas princesas, Bianca com 3 anos e Laura com 5 meses, alem disso sou dona de casa, professora escolar e blogueira. Tenho diversos hobbys, o que mais me realiza é ser mãe em tempo integral e descobrir como realizar as tarefas de maneira mais fácil e didático possível em benefício das minhas meninas.

Deixe uma Resposta

Prometemos não incomodar.
Os campos com * são obrigatórios.

*

Voltar ao Topo