A LINGUAGEM DE PRISCILLA DUNSTAN (tipos de choro)

Oi meninas,

Prometi a vocês que falaria desse tema, não demorou muito, mas eu cumpri minha promessa. Rs E nas minhas pesquisas descobri essa maravilha, A linguagem de Priscilla Dustan.

Você já ouviu falar dela? Conhece seus estudos?

Pois bem Priscilla Dustan é uma musicista americana e criadora do método Dustan Baby Language. Ela estudou diversos sons de bebês pelo mundo afora durante 8 anos, baseou-se nessas evidencias e desenvolveu junto com a experiencia materna do seu primeiro filho um método de identificação dos tipos de choro do bebê. Ela afirma que são iguais independente da nacionalidade do bebê e que este método auxiliará nos primeiros três meses de vida.

dunstan1

E eu só consigo pensar em uma coisa. Como eu não utilizei isso na minha prática antes? Rs Vamos lá, de acordo com Dunstan, as cinco palavras universais ou reflexos de som utilizados pelos bebês são:

  • Neemias  – A criança usa o reflexo som “Neh” para comunicar a sua fome. O som é produzido quando o reflexo de sucção é acionado e a língua é empurrada para cima, no céu da boca.
  • Owh – A criança usa o reflexo som “Owh” para comunicar que estão cansados. O som é produzido muito parecido com um bom e sonoro bocejo (referência a boca do bebê manter um formato oval).
  • Heh – A criança usa o reflexo som “heh” para comunicar algum estresse ou desconforto. O som é produzido por uma resposta a um reflexo da pele, tais como sensação de calor, frio, coceira, suor, fralda suja etc…
  • Eairh – A criança usa o reflexo som “Eairh” para comunicar dor no estomago ou existência de gases (a famosa cólica). O som é produzido quando o ar preso de um arroto não é capaz de se libertar e viaja para o estômago. Muitas vezes, esse som irá indicar que uma evacuação está em andamento, e a criança vai dobrar seus joelhos, trazendo as pernas em direção aos torso. É um choro mais gritado e com a presença do “R”.
  • Eh (eu preciso ser arrotou) – A criança usa reflexo som “eh” para comunicar a necessidade de arrotar. O som é produzido quando uma grande bolha de ar fica preso no peito e a musculatura do mesmo se comprime com o intuito de liberar o ar para fora da boca.
 Difícil? Será?

Caramba só lendo isso, parece de outro mundo identificar os tipos de choro, mas eu achei um excelente vídeo em que uma fisioterapeuta e também doula aqui de Brasília explica a linguagem, a Rafaela Rosa, que também é representante oficial do método no Brasil. Veja a seguir o vídeo na integra retirado do Canal do You Tube Mãe e Cia.

 

 

Conseguiram identificar os tipos de choro? Ficou bem mais fácil com o vídeo, né?! Eu com certeza, agora, não conseguirei identificar na prática, mas que tal vocês ouvirem essas palavrinhas e me contar sua experiência!

Se você gostou, dê um like e compartilhe essa ideia…e vamos conversar.

Tags :
Voltar ao artigo anterior
Ir ao próximo artigo

Sobre Vanessa Almeida Moyses

Oi meninas, sou a Vanessa, Mãe de duas princesas, Bianca com 3 anos e Laura com 5 meses, alem disso sou dona de casa, professora escolar e blogueira. Tenho diversos hobbys, o que mais me realiza é ser mãe em tempo integral e descobrir como realizar as tarefas de maneira mais fácil e didático possível em benefício das minhas meninas.

Deixe uma Resposta

Prometemos não incomodar.
Os campos com * são obrigatórios.

*

Voltar ao Topo