SERÁ QUE A INTRODUÇÃO ALIMENTAR É UM BICHO DE 7 CABEÇAS?

Oi meninas,

 

Hoje contarei a vocês a minha dupla experiência de introdução alimentar. Minha mais velha teve refluxo e com um mês de vida ela já tomava remédios para controlar a volta do leite. Sério meninas eu pirei no dia que peguei ela engasgada no berço com os lábios roxinhos, então seguia a risca tudo o que o gastro pediatra recomendava (era uma doida mesmo, eu confesso). O médico recomendou que iniciasse a alimentação pela papa salgada por conta de refluxo, e assim foi feito. Confesso que fiz a mesma coisa com a minha segunda filha apesar do novo pediatra recomendar começar pela papa de fruta. Já que deu certo com a primeira, não quis arriscar com a segunda.

A Bianca come super bem, ao ponto de ter que controlar a quantidade de comida dela. O médico recomendava que deveríamos dar comida enquanto ela quisesse, desta forma evitaríamos que ela tivesse obsessão por comida. E antes que você fale, ela come de tudo, de tudo mesmo, frutas, verduras, legumes, proteínas, cereais, tubérculos e besteiras também, folhagens ela come menos, mas as vezes ela nos surpreende.

Então há pouco mais de 3 anos atrás eu começava a introdução de alimentos com a Bi, na época eu iria voltar a trabalhar quando a Bi completasse 5 meses, pois meu chefe disse que tentaria mudar meu horário de trabalho (eu trabalhava das 12 as 21 horas). Porém, como ele desistiu aos 45 minutos do segundo tempo eu voltei atrás e pedi demissão. Ou seja, comecei a introduzir e parei, ela começou a comer com quase 5 meses, por quase duas semanas e dai parei de dar (sei que muita gente irá falar, mas por que parou já que tinha começado?! Mas lembre-se que ela tinha apenas 4 meses de vida e  o principal, sou totalmente a favor da amamentação EXCLUSIVA até os 6 meses). Depois de toda esta confusão, eu só voltei com mais de 6 meses. Vejam como eu fiz.

1° Passo: Leite Materno + Papa salgada no almoço (primeira semana)

2° Passo: Leite Materno + Papa salgada no almoço + Papa de fruta no lanche da manhã (terceira semana)

3° Passo: Leite Materno + Papa salgada no almoço + Papa Papa de fruta no lanche da manhã +  Papa de fruta no lanche da tarde (quinta semana)

4° Passo: Leite Materno + Papa salgada no almoço + Papa Papa de fruta no lanche da manhã +  Papa de fruta no lanche da tarde + Papa salgada no jantar (sétima semana)

Observação: Dava suco ou água nos intervalos das refeições ou imediatamente após se ela pedisse (Eu sei, eu sei, não pode, mas se ela está chorando e se joga em direção ao suco/água, eu vou negar). E também no primeiro mês, se ela me pedisse peito ou antes ou depois das refeições, eu dava também (um pouco, mais dava). Sei que não deve, mas pra mim vale o bom senso, ela está se adaptando a uma grande novidade, então porque vamos “torturar” o bebê?? Deixemos que ele pare aos poucos de mamar e passe só a comer. E eu confesso que com a Laura eu já dei por conta da grande quantidade de leite no meu peito. Rs

Tá bom, só pelos 4 passos, não dá pra se ter uma idéia de como era feito na prática.  Então vamos lá… Veja abaixo como faço a papa salgada (farei um artigo sobre receitas de papinhas e videos sobre introdução alimentar).

Eu tenho um conjunto de panelas da Tramontina que serve para fazer cuscuz, mas a utilizo mais para cozinhar no vapor. No primeiro e segundo dia cozinhei batata baroa (ou mandioquinha) nesse conjunto de panelas, amassei com o garfo e refoguei no azeite com alho/cebola e acrescentei um pouco de água para ter consistência de purê (não é necessário colocar sal) e fui dando (SUPER DICA, comece a dar pela batata baroa, os bebês adoram ela pelo gosto adocicado). No terceiro e quarto dia introduzi a abobora japonesa (ela também é mais adocicada). No quinto dia uma outra verdura ou legume qualquer, mas só quero deixar claro que de 2 em 2 dias eu introduzia um elemento novo e a partir dai ia misturando e variando. Sempre no vapor e amassando com o garfo, nunca no liquidificador.

Na terceira semana eu comecei a papa de fruta, iniciando pelo mamão e seguido de banana. A mesma dica de cima vale para as frutas, de 2 em 2 dias eu introduza um elemento novo e a partir dai vai misturando e variando. No caso das frutas, ou raspo ou amasso ou corto bem pequenininho, nunca no liquidificador. Nessa terceira semana comecei a introduzir carne de frango na papa salgada. Na sétima semana introduzi as leguminosas e o arroz, ovo com uns 10 meses e peixe/frutos do mar introduzi somente com mais de um ano (isso em virtude de que eu sou altamente alérgica).

Nunca force ele a comer nenhum alimento, deixe ele ir comendo aos poucos, na quantidade que ele quiser. As minhas filhas começaram a comer super bem, desde o inicio. A Laura está na quinta semana de introdução alimentar, está comendo em média 8 colheres de papa salgada e uma fruta, as vezes duas (por exemplo meio mamão com uma banana ou uma goiaba com uma ameixa e assim vai). Tem dias que ela está tão cansada pela manhã e não quer comer a fruta, dai deixo pra comer a tarde, mas agora ela passará a comer duas vezes a fruta, então ficará mais difícil de isso acontecer, mas eu não me encano (não mais).

O importante é que a partir desse primeiro mês de adaptação, o bebê conheça uma grande variedade de alimentos. Repetindo diversas vezes cada um dos alimentos e nunca deixar de re-oferecer um que ele tenha recusado. A rotina alimentar ficará da seguinte forma no final desse periodo:

 

Ao acordar 07:00 Lanche da Manhã 09:30 Almoço 12:00 Lanche da Tarde 14:30 Jantar 17:00 Antes de dormir 19:30
Leite materno Papa de fruta Papa salgada Papa de fruta Papa salgada Leite materno

 

Mas como ficam as sonecas das minhas filhas nesse processo todo, você deve estar pensando? O ideal é que as sonecas já estejam mais organizadas nessa época, o que facilitaria a introdução alimentar. Introduzir alimentação em uma criança com sono, não dá certo. E lembre-se que eu sigo a rotina estruturada, então tem que ter soneca entre esses horários.  Nesta etapa as sonecas diurnas ficariam das 09:30 as 12:00 e das 14:30 as 17:00.

A rotina da Laura hoje é esta:

7:00

9:00 9:30 12:00 13:00 15:00 17:00 19:30

Ao acordar

Lanche da Manhã Soneca da Manhã Almoço Soneca da Tarde Lanche da Tarde Soneca Rápida Antes de dormir
Leite materno Papa de fruta Até as 11:30 Papa salgada Até as 15:00 Papa de fruta 17:00 as 17:50

Leite materno

 

Aguardem as cenas dos próximos capítulos sobre introdução alimentar. E se gostou, dê um like e compartilhe essa ideia…e se tem alguma dica comente e vamos conversar.

Tags :
Voltar ao artigo anterior
Ir ao próximo artigo

Sobre Vanessa Almeida Moyses

Oi meninas, sou a Vanessa, Mãe de duas princesas, Bianca com 3 anos e Laura com 5 meses, alem disso sou dona de casa, professora escolar e blogueira. Tenho diversos hobbys, o que mais me realiza é ser mãe em tempo integral e descobrir como realizar as tarefas de maneira mais fácil e didático possível em benefício das minhas meninas.

1 Comentários

Deixe uma Resposta

Prometemos não incomodar.
Os campos com * são obrigatórios.

*

Voltar ao Topo